Verdadeiro. Manter-se ativo é mais útil para prevenir e aliviar a dor nas costas do que o excesso de peso, sedentarismo, trabalhar sentado ininterruptamente e estar mais incapaz. A dor nas costas é mais comum em pessoas incapazes e sedentárias do que em pessoas com excesso de peso, apesar de não ser difícil a combinação.

Aquelas pessoas que apenas se exercitam de forma intermitente (os guerreiros de fim de semana) correm maior risco de lesões nas costas, coincidentemente, de excesso de peso e sedentários.

Quanto mais conhecimento o paciente tiver deste fenômeno físico, menos tempo e dinheiro gastará com tratamentos, e menores serão as suas chances de sofrer com as dores nas costas, no pescoço e irradiada para os braços e pernas.

A dor nas costas é muito comum e afeta milhões de pessoas em todo o mundo. É também uma das principais causas de incapacidade e dias perdidos no trabalho. Os fatores de risco como postura, estilo de vida sedentário, ganho de peso, obesidade e idade podem contribuir para o aparecimento e desenvolvimento das dores nas costas crônicas. Estar atento ao início do aparecimento dessa limitação física, que pode vir ou não a ocorrer sem sintomas nas costas, pode ajudar a pessoa a prevenir incapacidades maiores no início, e a afastar as complicações de saúde associadas a esta condição da coluna vertebral.

Estudo publicado no Journal of General Internal Medicine, Alemanha, afirmou que existe forte ligação entre dor nas costas e mortalidade prematura em idosos. Pesquisadores descobriram nesse estudo é que a incapacidade provocada pela dor crônica nas costas estava por trás da diminuição do tempo de vida dessas pessoas, que morreram por causas diversas.

Essa foi a primeira pesquisa no mundo a avaliar a incapacidade após a mensuração da dor nas costas. Isso permitiu uma análise prospectiva da dor nas costas que persistiu ao longo do tempo e das taxas posteriores de incapacidade, o que pode ajudar a explicar a associação entre dor nas costas e mortalidade", afirmou o autor do estudo Eric Roseen, em entrevista ao site Medical News Today.

"A dor nas costas pode prejudicar diretamente as atividades diárias, mas os idosos podem evitá-la de forma inadequada devido ao medo de novas lesões ou agravamento dos sintomas. Ser incapaz de realizar ou evitar as atividades diárias pode levar ao ganho de peso, desenvolvimento ou progressão de outras condições crônicas de saúde e, em última instância, morte precoce ", diz Roseen.

A maioria dos pacientes, quando dispõe do conhecimento adequado sobre as suas dores de coluna, pode se tratar com sucesso, sem riscos, sem remédio, pomadas, injeções ou cirurgia.


A palavra chave de um tratamento de sucesso para dores nas costas é educação. Educação sobre as causas corretas, educação sobre o exercício específico e postura e, educação sobre prevenção, que evitará as futuras dores.

Dr. Abnel Alecrim, Fisioterapeuta, Pós-graduação em Reabilitação Musculoesquelética e Esporte, Campinas, SP, Brasil.

.

Fisioterapia Avançada - Método Mckenzie - O que é? - Como funciona? - Quem pode se beneficiar?

Deixe seu recado:

Entre em Contato

(19) 3308-6330

(11) 94070-3983

Segunda à Sexta das 8h às 18h.

Lista Vip Doutor Abnel